Fabio Vasconcelos

Como Criar Mini Sites que Vendem Todos os Dias 

Trabalhar com mini sites é uma opção muito rentável quando sabemos como montar a estrutura corretamente e também promovemos produtos de baixa concorrência.

É uma estratégia que teve um “boom” aqui no Brasil há algum tempo, mas que é extremamente comum e praticada nos EUA, onde são chamados de Money sites (sites de dinheiro).

Nesse artigo mostrarei a estrutura básica de como criar mini sites enxutos que farão vendas todos os dias, permitindo uma renda passiva depois que estiverem ranqueados.

Mas, antes de falar sobre essa parte mais interna dos mini sites é preciso salientar que eles são considerados estratégia de black hat, pois “forçam” o ranqueamento através de técnicas específicas.

Para quem não sabe, black hat é o termo usado para todas as práticas na internet que vão contra as políticas de uso do Google, dentro do contexto de ranqueamento de páginas na web.

Assim, sempre que alguém usar uma técnica/estratégia para forçar um ranqueamento estará praticando black hat.

Apesar desse rótulo é muito rentável trabalhar com mini sites, principalmente quando se encontra produtos de baixa concorrência e possuem uma ótima oferta.

Quais as vantagens de trabalhar com Mini Sites

Diferente de ter um blog, os mini sites não precisam de atualização constante, apenas uma olhada semanal para ver se os links estão funcionando corretamente.

Com isso, você não precisa se preocupar com pauta de conteúdo, nem com outros tipos de coisas que os afiliados que trabalham com blog têm que fazer.

Mesmo que você escolha um produto com comissão baixa, depois que o mini site estiver ranqueado e vendendo, sempre será uma renda a mais, e uma hora o pouco entrando sempre, torna-se muito.

Mini sites são a melhor definição de “renda passiva”, pois uma vez colocados no ar sempre serão uma porta de entrada para o público que desejar comprar o produto que está oferecendo.

A montagem de mini sites requer baixo investimento, basicamente um domínio e a hospedagem dele, existem muitos locais com planos extremamente acessíveis já com essa finalidade.

Depois que colocar um mini site no ar bastará dar continuidade e ir fazendo outros no mesmo molde, o que possibilita ter inúmeros negócios, nos nichos mais variados, sempre rendendo dinheiro para você.

Tudo Que Você Precisa Saber Para Criar Mini Sites de Sucesso

Bom, como prometi lá em cima, a partir de agora você terá acesso a um pequeno e prático passo a passo para criar mini sites que vendem e ter sua liberdade financeira. Vamos lá?

  • Domínio e Hospedagem

Cada mini site precisará de um domínio e uma hospedagem própria.

Aqui não poderá descuidar e colocar vários sites na mesma hospedagem, pois na hora de fazer a linkagem para seus mini sites, endereços que estão dentro da mesma hospedagem recebendo links de um mesmo local levantarão suspeitas nos robôs do Google.

Ou seja, se você for criar mini sites para 10 produtos diferentes, precisará contratar 10 hospedagens diferentes também, no intuito de deixar a coisa mais natural aos olhos do mecanismo de busca.

Conforme for criando seus mini sites mantenha uma planilha atualizada com as informações de cada um e das hospedagens para não se perder.

  • WordPress e aparência

Todo mini site precisa ter navegabilidade, ou seja, ser fácil de acessar, carregar, e que deixe o visitante confortável na hora de ler os textos, ou o texto, dependendo da estratégia.

Assim é importante instalar um tema que seja responsivo (para poder ser acessado por qualquer dispositivo sem ficar distorcido), limpo e fácil de configurar.

Existem muitos temas gratuitos no repositório do WordPress, mas se você pretende criar vários mini sites pode ser interessante comprar um plano de domínios ilimitados do Tema Centive Avante que é responsivo e muito fácil de configurar, sem falar nas inúmeras possibilidades de otimização que deixarão suas páginas completamente diferentes umas das outras.

Depois do tema é importante instalar os plugins de SEO (yoast), um plugin de cache, um de segurança e um para comprimir as imagens e deixar o carregamento mais rápido.

  • Escolha do produto

Sem dúvida o sucesso do seu mini site estará atrelado à escolha do produto.

A primeira coisa que precisa ter em mente é que o produto para um mini site precisa mesmo resolver a dor do público, diminuindo o risco de devoluções que sumirão com sua comissão e destruirão seu trabalho.

Escolha um produto, de preferência novo, que tenha poucas buscas. Costumo indicar que escolha produto com busca exata perto de 5 mil e busca ampla inferior a 50 mil.

Por que a preocupação com a concorrência?

Porque quando escolhe um produto que está no topo das plataformas, precisará enfrentar muitos sites para conseguir um bom ranqueamento no Google, e isso pode demorar muito dependendo do produto.

Assista esse vídeo onde explico melhor sobre isso da concorrência e também da quantidade de buscas.

 

 

A melhor opção para mini sites são produtos de nichos menos concorridos, com ticket baixo, ou médio e que tenham poucas buscas como expliquei no vídeo.

Você não precisa fazer milhões com um mini site, a hora que ranquear um e começar a fazer vendas, pode começar o processo novamente e criar outros, assim as comissões podem ser baixas, que são as menos procuradas por outros afiliados.

Como Montar o Artigo de Conversão dos Mini Sites

Depois de escolher o produto é hora de escrever o artigo de conversão, ou artigo de vendas que será colocado no mini site.

Esse artigo é uma mistura de persuasão, review de produto e entrega de prova social, sempre procurando quebrar possíveis objeções do público.

Seu mini site precisa passar segurança para que a pessoa que estiver lendo possa clicar nos links que levarão para a página de vendas.

Por isso o artigo de conversão/venda precisa ser bem elaborado e fazer a pessoa acreditar que o seu produto é a melhor solução para o problema/dúvida que ela tem.

Veja os elementos principais do artigo de vendas que seu mini site precisa ter:

  • Dor

A primeira coisa que fará o leitor ficar na sua página é se você tocar na dor principal que ele possui e que por isso fez buscas na internet. Leia bem a página de vendas do produto, faça pesquisas e familiarize-se com a dor do público para ser enfático nessa primeira parte do texto.

  • Empatia

Crie empatia com o leitor criando um story telling onde você (ou um personagem que criar), também faça parte do público e tenha as mesmas dores e problemas.

  • Produto

Apresente o produto como a solução que você encontrou para solucionar o problema. Faça as pessoas entenderem que essa é a ÚNICA solução, assim elas ficam mais convencidas a comprar. Descreva como o produto age, se for um curso fale do que a pessoa aprenderá, não foque na quantidade aulas e sim na qualidade dos ensinamentos. Mostre os diferenciais do produto, e porque ele é melhor que os outros que existem. Se houver um vídeo de vendas SEMPRE indique que o leitor assista para conhecer melhor o produto.

  • Depoimentos – o famoso “Produto XX funciona mesmo?”

Sempre use os depoimentos da página de vendas como prova social do produto. Isso faz as pessoas pensarem: “Puxa, dá certo mesmo”, ou “Se ele conseguiu, então eu também consigo”. Além de passar segurança de que não se trata de uma fraude

 

  • Garantia e como comprar

Sempre mostre que o produto tem garantia (TODO produto precisa ter, pelo menos 7 dias de garantia para pedido de devolução e 30 dias para efeito da proteção ao consumidor). Faça um pequeno passo a passo de COMO comprar o produto sempre explicando que é seguro, rápido e fácil.

  • Finalização

Sempre use uma última frase de incentivo em seus artigos de vendas. Algo como: “Depois que eu usei o produto XX consegui tais e tais vantagens, tenha esse resultado você também”, e coloque o link para a página de vendas, ou direto para o checkout.

  • SEO básico para o artigo

Sempre use as palavras chave do produto e do nicho específico. Os robôs do google reconhecem semântica, assim colocar palavras chave relacionadas ajudará no ranqueamento. Quebre seu texto usando as tags H1, H2, H3 e quantas forem necessárias.

se você não sabe o que SEO e como usar corretamente, leia o artigo Segredos do tráfego orgânico – Como conseguir tráfego grátis do Google

  • Chamadas para Ação – CTA – Call to Action

SEMPRE coloque várias chamadas para ação levando para a página de vendas. Esses links de afiliado devem ficar com atributo nofollow para o Google não seguir. Coloque um link de saída usando um texto âncora linkado a um site de grande autoridade como os portais de notícias, ou ainda a wikipedia, isso fortalece o juice do seu texto.

Outros elementos que devem estar presentes em seus mini sites

  • Banner

Coloque um banner do produto na sidebar do seu mini site, assim se a pessoa não quiser ler seu texto poderá clicar ali e ir direto para a página de vendas.

  • Menu

Todo mini site precisa ter 3 páginas obrigatórias: Sobre, Contato e Política de Privacidade. Crie essas páginas e deixe-as à mostra colocando um menu de navegação no mini site.

  • Linkbuilding externo para posicionamento

Depois do seu artigo de conversão/venda a coisa que mais influenciará no ranqueamento é a quantidade e a qualidade dos links que apontarão para seu mini site.

O Google entende que se vários sites indicam uma página é porque ela é relevante e então ele mostra essa página para mais pessoas subindo as posições do ranqueamento na busca.

Aqui não adianta, se formos esperar o processo natural de outras pessoas linkarem o mini site demoraremos anos e essa, definitivamente, não é uma boa ideia.

É aqui que começamos a utilizar mais assiduamente as técnicas black hat de linkagem, com algumas práticas básicas, mas muito eficazes:

  • Análise da Concorrência

Todo mundo que vai trabalhar com SEO para ranqueamento precisa ter, pelo menos uma ferramenta de análise de concorrência, para ver de onde estão vindo os links dos sites que já estão posicionados. Uso muito a Ahrefs, mas o plano gratuito da Majestic já dá uma boa ajuda.

  • Comentários

Deixar comentários relevantes em outros sites com o link do seu mini site é uma prática “natural” aos olhos do Google que ajuda muito no ranqueamento. O problema aqui é que muitos donos de blog sabem disso e acabam editando os comentários e publicando sem o link, mas não custa tentar sempre.

  • PBN´s

As redes privadas de blogs são uma prática blackhat e consistem em criar uma rede de blogs próprios que enviarão links para seu mini site. É uma prática que precisa ser feita com muito cuidado para não levantar as suspeitas do Google.

  • WEB 2.0

Ter vários blogs nas plataformas gratuitas também é uma maneira muito prática de criar links para seus mini sites. O processo é trabalhoso, pois eles precisam ter uma cara de blog para o Google não desconfiar de nada.

 

Como Criar Mini Sites de um Jeito Rápido, Certeiro e SEM erros

Bom, como você viu acima, o processo para criação de mini sites é bem simples, porém trabalhoso.

Para quem não está acostumado com os termos, ou quer começar no marketing digital trabalhando apenas com isso, é importante fazer um curso que ensine o processo passo a passo para não haver problemas de banimento pelo Google.

O treinamento que indico é o Mini Site Ninja do Fernando Bartolomeu.

Trata-se de um curso completo, onde você aprenderá desde a escolha do domínio até a montagem de PBN´s profissionais para seus projetos.

O caminho mais curto para fazer uma coisa dar resultado mais rápido é seguir os passos de quem já fez e mostra apenas o que deu certo, assim não precisará passar pelos erros comuns que a maioria das pessoas comete.

O Fernando Bartolomeu possui uma renda passiva substancial vinda apenas dos mini sites que ele cria e dentro do curso ele ensina como fazer isso passo a passo, até o mini site estar ranqueado no google.

Então, se você trabalha como afiliado mas ainda não criou seus mini sites, esse é o momento para começar, antes que tudo vire uma mesmice e essas páginas não tenham mais o efeito desejado.

Aprender com um expert no assunto é um diferencial que precisará ter para ranquear suas páginas mais rapidamente e sair na frente da concorrência.

4.8 (95.03%) 809 votes

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!