Plagio e suas consequências

Muitos blogueiros na sede por fazer sucesso, ter tráfego e uma série de outros desejos acabam por seguir por caminhos errados, como o plágio. O problema, é que quanto mais blogs deste tipo, mais lixo temos espalhados pela internet, e fico triste por isso, sendo assim aqui estou eu para tentar lhe convencer que este não é nem de longe o melhor caminho a ser seguido. Se você realmente tem um blog e pretende ganhar dinheiro com ele, então terá que desistir da idéia de que o CRTL+C CRTL+V é o melhor caminho e meu intuito neste artigo é lhe mostrar os motivos pelos quais você não deve ter o plágio na sua lista de afazeres e lhe explicar como produzir conteúdo altamente qualificado sem precisar copiar. Lets go? O QUE É O PLÁGIO? Plágio pode ser definido como a cópia de algo que possua direitos autorais, seja oficializado ou não. Esta previsto em lei que plagiar alguma coisa é crime, sendo assim não é aconselhável em nível nenhum. Digamos que eu escreva este artigo aqui, e mais tarde algum blogueiro copia o conteúdo na integra ou em partes e coloca em seu artigo como se fosse seu. Isso é plagio, uma por que não colocou os devidos créditos, e outra porque eu não autorizei a cópia nem com os créditos. Eu posso entrar em contato com o Blogger ou com o WordPress e seu blog ou artigo será retirado do ar. Segundo a Wikpedia, plagio é: “O plágio é considerado antiético (ou mesmo imoral) em várias culturas, e é qualificado como crime de violação de direito autoral em vários países.” Tire suas próprias conclusões. CONSEQÜÊNCIAS DO PLÁGIO Plagiar é crime, e não a nada de bom para se tirar de um crime, ou há? Claro que não. As consequências são diversas, e vou planear todas elas mais abaixo para que fique claro os motivos por que você deve produzir conteúdo próprio:

  • Você vai perder o seu blog – O primeiro ponto a ser analisado é que fazendo esse tipo de coisa você vai no mínimo perder o seu blog, isso porque as plataformas de criação de blogs não permitem esse tipo de ação dentro de seus domínios. Caso seja algo pago, como no WordPress.org, ai então poderá ser até processado caso não retire o conteúdo plagiado do ar.
  • Será processado – Outra ação que a vítima poderá recorrer a fazer é processá-lo por uso de conteúdo com direitos autorais, assim você vai ter que gastar uma boa grana com advogado e tudo mais, além de que certamente vai perder o caso.
  • Uma reputação pessimamente construída – Você pode até cometer o plágio sem saber que não é legal, mas depois disso caso aprenda e queira realmente montar um blog sério e com conteúdo bacana, não será tão bem recebido como era para ser. A maioria que passou por isso teve um certo trabalho para se redimir, então nem tente, simplesmente ja inicie com conteúdo de qualidade 😉
  • Criatividade zero – Quando eu estou lendo um artigo, ou quando estou produzindo um eu ja tenho novas idéias de outros artigos. Caso você viva copiando conteúdo, ai então você jamais terá novas idéias, vai sempre estar ali naquele espaço 1×1, em inércia. Escrever desenvolve a criatividade, sendo assim, escreva e não copie.
  • Dinheiro jamais! – Se você realmente pensa em ganhar dinheiro com um blog onde todo ou quase todo o conteúdo é copiado, então pode tirar seu cavalinho da chuva, isso não vai acontecer. Plagio não trás tráfego e sem tráfego não há blog que seja capaz de monetizar.
  • Google te odeia! – Não estou brincando, a cada dia o Google esta melhorando mais e mais o seu algoritmo, sendo assim ele facilmente vai identificar dois post idênticos ou muito parecidos e também quem foi que publicou primeiro. Um blog pode até durar alguns meses sem ser penalizado, mas uma hora ele te pega e quando isso acontecer pode esquecer, você vai la para baixo com suas visitas.

QUAL A SOLUÇÃO? Bom, a solução basicamente é sempre e sempre produzir conteúdo próprio, sempre original, sem nada ou quase nada copiado e quando entrar no quase nada copiado coloque os créditos, assim ganha reconhecimento e ainda poderá até ser seguido pelo blog o qual pegou o trecho. Um conselho que eu dou é que pegue trechos de outros blogs muito de vez em quando, caso contrário também corre riscos. Não plagie, produza conteúdo! 😉

O QUE ACHA DO PLÁGIO? JA O FEZ ANTES?Descubra a estrutura que realmente funciona para criar seu primeiro negocio digital começando do zero Clique AQUI

Deixe sua nota para este Artigo!

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • consequencias do plagio
  • consequencias legais do plagio
  • plágio e suas consequências

Leia Também:

Junte-se a 10,900 leitores inteligentes e receba atualizações, videos, artigos e dicas imperdíveis para criar um Negócio Online de Sucesso (é grátis)!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

5 Comentários

  1. Hugo Costa@Sites de Blogs disse:

    Olá Arlindo,

    como já tive oportunidade de dizer em um dos meus artigos …. plagiar … só se for os meus próprios artigos. Ou seja, reaproveitar conteúdos antigos (originais e meus) para dar vida a novos artigos. 😉

    Agora, o plágio é uma prática comum (infelizmente) e que muitas pessoas que o praticam se esquecem que é crime.

    Os pontos que você aborda são realmente “desencorajadores” para os plagiadores (ou pelo menos deveriam ser)… se me permite eu acrescentaria: falta de orgulho e prazer naquilo que faz!!!!!

    Eu me orgulho dos meus conteúdos! Eu me orgulho dos comentários que recebo de apreço pelos meus conteúdos. Eu tenho prazer naquilo que faço.

    Realmente escrever 600 palavras para um artigo … todos os dias … semana após semana, mês após mês, dá muito mais trabalho do que um simples copy/paste.

    Mas é tremendamente mais gratificante! E você sabe disso também Arlindo 😉

    Parabéns pelo artigo!

    Abraços

    • Arlindo Armando disse:

      Hugo, sei bem como é 😀 Realmente o prazer em produzir conteúdo e ver aquilo gerando bons resultados é extremamente gratificante. Obrigado pelo excelente complemento.

      Abraços, Arlindo Armando

  2. tonyrson disse:

    gostaria de saber tenho uma duvida tenho um blog que coloco tudo que vejo de diferente na web mais coloco os direitos de onde achei sou penalizado com isso o blog é acabeiachando.blogspot.com

    • Tonyrson disse:

      Olá pessoal estou postando novamente para frizar esse antigo coments, a tempos trabalho com blogs mais era só como roby como citei acima neste comentario de 2012 pecava muito nesse quesito e não tinha visualizações alguma. Em 2013 para cá profissionalizei meu trabalho registrando meu dominio e deletando todo e qualquer artigo que eu tenha certeza que tinha algum traço de plágio mesmo o minimo possivel. Por que ? Como foi citado acima e sempre quiz viver de blogs coisa que nunca havia conseguido até acompanhar o trabalho de pessoas seria no ramo de blogs de nicho e não poderia mancha minha reputação com google. Foi ai que apreendei a trabalhar de forma eficaz me tornando referencia em meus artigos cunhados a proprio punho e mesclados com o html de meus artigos. Fico feliz com tudo isso e quero dizer que continuo aprendendo todos os dias para poder ensinar…

  3. J Guimarães disse:

    Olá Arlindo

    O plágio é um assunto muito complicado porque existe aos montes na internet.

    Assim como os comentários anônimos, ofensivos, perfis sem nexo, tudo o que leva a crer que haja brincadeiras demais na blogosfera.

    Tomara que os plagiadores de verdade leiam seu artigo e aprendam que criar blog não é publicar conteúdo alheio. Mas sim, conteúdo próprio.

    Publiquei o e-book do Ferramentas Blog com autorização do autor, Marcos Lemos.

    Valeu!